Mantraterapia

Introdução

O som é a matéria-prima do Universo.

Os mundos e seres que compõem o cosmo foram constituídos pelo som, pela palavra. Pelo som, o “caos primitivo” ordenou-se, sistematizou-se nos mundos que conhecemos. Como música, o som é o veículo ideal, tanto para a libertação como para a escravidão dos Homens. Os sons que “elevam o espírito” são os mantras. O mantra é uma palavra que tem origem no sânscrito (língua mãe) e são tecnicamente estudados no Tantra Shastra (escrituras védicas apropriadas para a era atual, Kali-yuga).

mantras-2

Esses mantras são a essência da Mantraterapia. Ela defende que atrás da pronuncia de um som encontra-se um poder, uma energia capaz de operar “magicamente” o operador, vibrando primeiramente na nossa alma, ressoando nos chacras, nos canais energéticos (meridianos) e sobre os estados de consciência.

Por isso, principalmente hindus e maias, enfatizam a ideia que o nosso corpo e a nossa alma são a resultante de um alfabeto cósmico, onde cada fonema vibra em determinadas regiões do nosso organismo actuando terapeuticamente. Ou seja, somos um instrumento musical que deve vibrar com as mais deliciosas melodias cósmicas.

Mantra

A palavra mantra significa em sânscrito “instrumento para o pensamento”.

man = pensamento, mente;

tra = instrumento, alavanca;

Não é bem definida a origem exacta dos mantras mas os hindus acreditam que ela tenha surgido há dez mil anos, a partir da revelação de um dos principais livros sagrados da Índia – o Rig Veda.

Rig = (vem de rich) cantar, celebrar;

Veda = escrituras sagradas da Índia que constituem a base de todas as filosofias e religiões hindus;

Um mantra não é nem uma “palavra mágica” nem um “encantamento”, é um instrumento da representação e concentração mentais e por isso um recurso ao poder mental. Daí, são sons que acalmam a mente, proporcionam um estado de meditação e auxiliam o despertar da consciência espiritual.

 Os mantras “internos” são dirigidos para uma parte do corpo, tal como a cabeça, o espaço entre as sobrancelhas, o plexo solar ou os órgãos sexuais, onde produzem vibrações em locais de grande energia. Dessa forma, os mantras orientais dirigidos para o crânio provocam ressonância nos alvéolos do cérebro, criando um tipo de iluminação mística. Afirmando-se mesmo, no mantra ioga, que certos mantras provocam uma viagem circular no corpo humano, e que suas reverbalizações provocam o desaparecimento de tecidos usados e gastos, substituindo-os por tecidos novos. Os mantras podem ser dirigidos para uma parte específica do corpo que tenha necessidade de ser revigorada ou curada. Acredita-se que existe um mantra para todos os estados e todas as doenças e melhor ainda, para todos os problemas, de qualquer natureza. Todos podem ser resolvidos com a entoação dos sons convenientes e apropriados, porque cada mantra é um som, e as vibrações sonoras constituem a própria base do universo. As doutrinas orientais atribuem para uma enorme importância ao conhecimento e uso dos mantras.

O som dos mantras pode-se construir em um monossílabo (como o mantra OM), uma frase curta (como OM GAM GANAPATAYE NAMAH) ou uma estrofe de vinte e quatro sílabas (como o Gayatri mantra).

Para controlar o número de repetições, geralmente utiliza-se um rosário (mala, sânsc.; trengwa/phreng ba, tib. ) de cento e oito contas, feitos geralmente de grãos secos, enfiados num cordão. Na prática, considera-se que uma volta do rosário equivale a cem mantras, os oito restantes servem para compensar os mantras recitados distraidamente.

 Um número razoável de repetição (japa, sânsc.) dos mantras é de cento e oito vezes (ou múltiplas vezes), por um mês (de preferência entre duas luas novas) para poder energizar totalmente qualquer marma. A melhor forma de o fazer é sentado num posição confortável, com a coluna erecta, mantendo as pernas separadas, com as mãos pousadas sobre as pernas e os olhos encerrados suavemente, meditar sobre o marma que pretende-se energizar e repetir o mantra junto com a respiração, energizando o marma na inspiração e soltando-o na expiração.

Os mantras pronunciam-se em voz alta, murmurando ou mentalmente, podendo-se assim obter aquilo que procura-se, pois todas as coisas são formas de manifestação do som.

Porque cantá-los em sânscrito

Na tradição hindu, os mantras são considerados Shruti, revelação, o que significa que esses sons não foram criados por um autor humano, mas percebidos em estado de meditação pelos sábios da antiguidade, chamados Rishis. Esses sons descrevem as diferentes revelações destes sábios e servem como indicadores para orientar os humanos em direcção ao autoconhecimento.

Mecanismo de Funcionamento

Ao longo dos anos, os ocidentais que chegaram ao oriente tentaram explicar o porquê dos mantras produzirem os efeitos esperados. Blofled, que estudou por dentro as culturas indiana e chinesa, notou que não é necessário saber o significado das palavras ditas, assim como a pronuncia também não é relevante, pois encontrou o mesmo mantra entoado de forma diferente em diversos países, e sempre produzindo os efeitos esperados.

Não podendo esquecer que, é fundamental ter motivação para fazer um mantra, pois só assim é que o osso que une a parte inferior de esterno (conjunto de ossos que da parte da frente do corpo humano que junta quase todas as costelas) com a parte superior vibra, sendo cumprido o objectivo do mantra.

Finalidade dos Mantras

– elevar o nível de consciência

– desenvolver a espiritualidade

– despertar poderes psíquicos

– invocar protecção

– tranquilizar a mente

– facilitar a concentração

Mantra Om

Desde os Vedas até aos dias de hoje, o monossílabo Om, é o mantra original, referenciado como sagrado e divino. A partir do Om formam-se todos os outros mantras, que são constituídos por algumas das cinquenta letras do alfabeto sânscrito – matrikas. Este mantra, assim como todos os mantras monossilábicos, designam-se por bijas (semente). Logo, segundo Mandúkya Upanishad, o Om é o som do infinito e a semente que fecunda os outros mantras, “é o mundo inteiro. O passado, o presente, o futuro: tudo é o mantra Om”.

O mantra Om é formado por três letras: A, U, M. Estas letras significam Brahma, Vishnu e Shiva, que consiste no princípio da criação, manutenção e dissolução (ou absorção) do Universo.

Mantras bija para os Chakras

Existem mantras bija de género neutro para ajudar a activar cada um dos chakras e prepará-los para lidar com a energia que é processada e usada no seu respectivo centro.

LAM Som seminal do chakra Muladhara ou cóccix. É regido pelo elemento Terra e tem a qualidade do olfacto. Ao meditar sobre este mantra, surge uma fragrância mística como indício de progresso espiritual.

VAM Som seminal do chakra Swdhisthana ou esplénico. Seu elemento é a Água e sua qualidade é o paladar. Ao meditar este mantra, visualize uma lua crescente sobre a água. A paciência começará a manifestar-se, um controle sobre o apetite e outros sentidos.

RAM Som seminal do chakra Manipura ou plexo solar. Seu elemento é o Fogo e sua qualidade é a forma. Quando essa energia é equilibrada, desaparecem os distúrbios estomacais e problemas digestivos.

YAM Som seminal do chakra Anahata ou cardíaco. Seu elemento é o Ar e sua qualidade predominante é o tacto. Ao concentrar-se neste mantra pode ouvir música ou vozes de Seres Divinos. Este mantra pode ajudar a aliviar muito os sintomas da asma e de outras doenças pulmonares.

HAM OU HUM Som seminal do chakra Vishuddha ou laríngeo. Seu elemento é o éter e sua qualidade o som. Ao concentrar-se neste mantra, os problemas de garganta são curados e torna-se mais fácil aprender outras línguas.

OM Som seminal do chakra Ajna ou 3º olho. As energias femininas e masculinas encontram-se no centro da terceira visão, portanto, este som contém o Principio da Unidade. Está relacionado a uma qualidade de inteligência cósmica. Ao praticarem este mantra, eliminam-se as preocupações e a mente fica serena.

Mantras para os Chakras

OM MANI PADME HUM (mantra para harmonizar os chakras e iluminação)                         OM AIM HRIM SRIM KLIM SOU HU OM (mantra chakra coroa)
OM KRIM NAMAHA (mantra chakra olho)
OM SO HU NAMAHA (mantra chakra garganta)
OM AIM HRIM KLIM CHAMUNDAYE VICHE (mantra chakra coração)
OM SRIM NAMAHA (mantra chakra plexo)
OM HRIM NAMAHA (mantra chakra alma)
OM AIM NAMAHA (mantra chakra base)

los-chakras-y-sus-mantras

Mantras para Cura

Cura do fígado: GU RU

Cura do baço: BHUR

Cura de problemas digestivos: KRIM

Cura das cordas vocais e tiróide: EFTAH

Cura de fibromialgia: (doença que manifesta-se com inflamações e dores nas articulações) OM GUM GANAPATAYEI NAMAHA (para remover os bloqueios energéticos)

Exercício de respiração Pranayama – Esta respiração foi ensinada durante quarenta anos em Rishikesh, na Índia pelo Swami Sivananda. Esta técnica dura mais ou menos de cinco a quinze minutos:

Sente-se calmamente. Com o polegar direito pressionando a narina direita, inspire profundamente pela narina esquerda até encher totalmente os pulmões de ar sem causar tensão. Agora, usando o dedo médio da mão direita para fechar a narina esquerda, expire pela narina direita. Quando os pulmões tiverem expelido todo o ar, inspire pela mesma narina, a direita. Essa é uma técnica de respirar alternadamente pelas narinas por mais quatro vezes, formando assim o total de cinco vezes. Descanse agora por trinta segundos, mais ou menos, e volte a fazer mais cinco respirações alternadas. Descanse novamente e repita o procedimento uma terceira vez. Terminada a pratica, terá realizado três “rodadas” de exercícios respiratórios alternando entre uma e outra narina. Com o aumento da sua capacidade, poderá fazer o exercício dez, quinze, vinte ou mais vezes em cada sessão.

Esta técnica tanto é calmante como energizante, uma vez que equilibra as energias de ambos os lados do corpo e da mente.

Cura dos olhos e pulmões:

OM ASHWINA TESAJA CHAKSHUHU (“Om e saudações aos devatas Ashwini que curam a visão e a conservam clara.”)

OM ASHWINA BHESHAJAM MADHU BHESHAJAM (“Om e saudações aos devatas Ashwina. Sejam amáveis e abençoem-nos com o mel de seu bálsamo curativo.”)

Mantras do Buda da Medicina

TEYATA OM BECATSE

BECATSE MAHA BECATSE

RADSA SAMUNG GATE SOHA

 

Mantras de Tara

OM AH VAJRA-VINE HUM (mantra de Tara azul, que toca o alaúde)

OM AH VAJRA-VAM SHE HUM (mantra de Tara amarela, que toca a flauta)

OM AH VAJRA-MURAGE HUM (mantra de Tara vermelha, que toca o tambor)

OM AH VAJRA-MRIDAMGE HUM (mantra de Tara verde, que toca o tambor)

OM TARE TUTARE TURE SOHA (mantra Tara, que contém todos os 21 mantras Tara, harmonia, paz, amor, prosperidade, cura, protecção, etc.)

OM TARE TUTARE TURE DZAMBEH MOHEH DANA METI SHRI SOHA (mantra de Tara para a prosperidade)

OM BEMA TARE SENDARA HRI SARVA LOKA WASHUM KURU HO (mantra de Tara para evoluir)

OM TARE TUTARE TURE SARVA ATA SIDDHI SHIDDHI KURU SOHA (mantra de Tara para pedidos)

Outros Mantras

OM BABAGI AH HUM (mantra para iluminação, sabedoria, amor e desapego)

OM YAMANTAKA HUM PHAT (mantra que elimina os padrões mentais negativos)

OM HRIM GAURYAI NAMAH (mantra para desenvolvimento em todas as áreas)

OM SRI GOVINDAYA NAMAH (mantra para felicidade e riqueza)

OM AH HUM (mantra para iniciação a ioga)

OM KALI AH HUM (mantra saudação á Divindade)

OM SANAT KUMARA AH HUM (mantra para força e coragem)

OM CHANDRAYA NAMAH ( mantra para tranquilidade e clareza de raciocínio)

OM VAJRASATTVA HUM (mantra para purificar e esvaziar a mente)

OM SRI GANESHAYA NAMAH (mantra para proteção, prosperidade, desobstrução e qualquer pedido)

OM SRI KALIKAYA NAMAH (mantra transformador: Karma e auto limitações)

OM NAMAH SHIVAYA (mantra transformador: Karma e Auto limitações)

OM SRI MAHALAKSHMYAI NAMAH (mantra para a prosperidade)

OM SRI SARASWATTI NAMAH (mantra para pedir iluminação e desenvolvimento intelectual)

OM NARAYANAYA VIDMAHE VASUDEVAYA DHI MAHI TANNO VISHNU PRACHODAYA (mantra para proporcionar força, crescimento, bem estar espiritual, físico, mental e emocional.

OM HRIM BRAHMAYA NAMAH (mantra para elevar o estado de animo, para felicidade)

OM KLIM KRISHNAYA NAMAH (mantra para termos paz, coragem e poder)

AUM SOM SOMAYE NAMAH AUM (mantra para controlar nosso psiquismo, transmutar a energia solar em energia visual, magnética e protectora)

AUM BRING HANSAH SURYAYE NAMAH AUM (mantra para purificação, iluminação, prosperidade e revitalizante)

HÃMURÃBI ÕM SHIKTË SANSALA PHRÃSHIVATA (mantra para obter vitória)

PÃLAYATI GRHA ARI OM (mantra para proteger a casa dos inimigos)

PÃLAYATI GRHASTHA ARI OM (mantra para proteger o dono da casa dos inimigos)

QUEM MANTRA SEUS MALES ESPANTA ! ! !

 

Bibliografia

 

Livros:

– “Mantras – Palavras Sagradas de Poder”, John Blofled

– “El Poder de los Mantrams”, Samael Aun Weor